Escola Primária de Outeiro

A Escola Primária de Outeiro (Concelho de Sertã), foi inaugurada em 1959. Segundo testemunhos da população local, esta escola funcionou durante 50 anos (de 1959 a 2009), tendo depois dessa data sido apropriada pelos residentes locais para diversos propósitos como, por exemplo, as aulas de ginástica sénior (dinamizadas pela autarquia) que desde 2012 passaram ali a funcionar. Segundo vários moradores da aldeia, a escola chegou a “estar para venda”, mas a população desaprovou este negócio e juntou-se para impedir que este edifício público passasse a ser propriedade particular. Foi assim que há cerca de 3 anos (por volta de 2017) se fundou naquela aldeia a ADOC – Associação Desportiva, Recreativa, Cultural de Outeiro e Calvos.

Em fevereiro de 2017, uma notícia da imprensa regional dava conta de que a antiga escola do Outeiro servia as funções de “lar” para “dois refugiados eritreus” acolhidos pelo Município da Sertã em Dezembro de 2016.

Entrada em Outeiro (Concelho de Sertã)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (fachada)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (fachada, vista lateral)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro – portão de entrada
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (detalhe)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (vista lateral)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (vista traseira)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (vista traseira)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (vista lateral)
Foto: Helena Cabeleira
Escola Primária de Outeiro (detalhe)
Foto: Helena Cabeleira

Até 1959, as aulas da escola primária de Outeiro decorreram em duas casas particulares, ambas pertencentes ao Sr. Joaquim Pedro que, a pedido das autoridades locais, terá cedido ambos os edifícios para esse efeito. Lília Fátima, nascida em 1944, neta de Joaquim Pedro e atual proprietária destes edifícios, chegou a fazer a sua 4ª classe no último ano de funcionamento dessa antiga escola primária (1959), e lembra-se de ter tido como professor “o regente Caires”. Mas não sabe em que data o seu avô terá cedido estas casas para esse fim, nem se lembra de quando terá a escola iniciado funções. Por sua vez, o Sr. Fernando Serra (esposo de Lília), lembra-se de ter entrado para esta escola em 1951, e foi aluno do professor Joaquim Carlos Amaro Barata (oriundo de Tinalhas, Alcaíns). Além deste edifício, que hoje se encontra inabitável (e que os seus proprietários utilizam como arrecadação), a escola primária chegou também a funcionar no edifício (situado na mesma rua) que hoje é habitado por Lília e Fernando.

Antiga escola primária de Outeiro, que funcionou até 1959 (Sr. Fernando Serra)
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – entrada
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – escada de acesso à sala de aulas
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – sala de aula
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – sala de aula
Sr. Fernando Serra recorda os seus tempos de aluno…
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – sala de aula
Sr. Fernando Serra coloca-se no lugar onde costumava sentar-se na sala de aula
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – corredor de acesso a dois quartos contíguos à sala de aula
Do lado esquerdo era o quarto do professor, do lado direito ficava a cozinha do professor.
Foto: Helena Cabeleira
Antiga escola primária de Outeiro – entradas para a sala de aulas e para os aposentos do professor
Foto: Helena Cabeleira
Outra antiga escola primária de Outeiro
Foto: Helena Cabeleira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *